Sede oficial do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o Auditório Cláudio Santoro tem uma rica programação cultural o ano todo, recebendo inúmeros espetáculos de teatro, música e dança.

Inaugurado em 12 de Julho de 1979 em uma área de 5.740 m² cercado de muito verde, o moderno projeto reúne todas as condições para receber artistas e público com muito conforto: o palco, os camarins e a acústica são perfeitos, com todas as condições de uma grande sala de espetáculos de padrão internacional.

O Auditório tem capacidade para 814 pessoas na platéia e 48 nos camarotes. Embora tenha sido concebido como sala de concertos, o Auditório Claudio Santoro abriga, com mesma qualidade, espetáculos de dança, teatro, shows variados e seminários. Nos jardins foi instalado um museu ao ar livre: o Museu Felícia Leirner, com esculturas da artista.

A Arquitetura do local foi desenvolvida por Giancarlo Gasperini junto com seus amigos e sócios Plínio Croce e Roberto Aflalo, que contaram também com Orfeu Zamboni que ajudou no ambicioso projeto, a acústica foi assinada por Igor Srenevzky.

Com uma elevada estrutura formada de concreto aparente, sendo parte revestida de tijolos, o Auditório homenageia o maestro e compositor Cláudio Santoro, falecido em 1.989. Santoro foi o primeiro maestro titular da Orquestra Sinfônica de Brasília e compôs importantes obras da música erudita brasileira.

Em perfeita integração com meio ambiente de Campos do Jordão, sua armada de concreto é disposta a proporcionar aos visitantes um contato íntimo com a vegetação local. Por vezes, sua área externa recebe ilustres presenças de esquilos e tucanos, dentre outros animais silvestres que visitam o espaço.

Os primeiros acordes apresentados no Auditório foram ouvidos em 24 de julho de 1979, com a canção “Jesus Alegria dos Homens”, de Bach tocados por Magdalena Tagliaferro, inicialmente inspirados nos concertos de Weinear, Salzburgo e Edinburgo.

Horário de Funcionamento 
Terça a Domingo das 10:00 às 18:00 horas.

FAÇA SUA RESERVA